Dicas e curiosidades sobre a vida em Malta

Começando o ano com um post especial.

Bellinha desde muito pequena diz que queria conhecer Paris e que quando crescer vai morar na França.

Então que resolvemos fazer uma surpresa de aniversário e passar essa data especial realizando esse sonho.

Ela sabia que iríamos algum dia, mas não tinha idéia da data, e descobriu no dia da viagem quando o táxi veio nos buscar. A felicidade dela foi tão grande que só de lembrar me emociono.

Fomos pela AirMalta pelo conforto em podermos carregar mais malas e irmos para um aeroporto mais próximo.

Decidimos ficar num Airbnb e foi uma experiência bem bacana, o apartamento por coincidência era de uma brasileira e ficava há uns 10 minutos andando da Champs Elise e do lado bem localizado, residencial e seguro, com o metrô praticamente na porta do prédio.

Foram 5 dias de muitas caminhadas, utilizamos como referência o walking tour de 4 dias do Conexão Paris, já que no 5 dia fomos para a Disneyland(outro post).

Viajar com crianças pode parecer um pesadelo, eles se cansam mais rápido e não tem paciência para muitos museus e filas longas, então que dessa vez decidimos que faríamos essa primeira viagem(sim, queremos voltar sem kids) à Paris voltada para eles, não fomos á museus dessa vez e fizemos tudo sem pressa e do jeito mais leve possível para que eles curtissem tudo.

Mesmo pulando os museus e essa parte cultural fizemos muitas coisas com eles, fomos no rio Sena de barco, subimos na torre Eiffel, nos deliciamos com o melhor chocolate quente de Paris na Angelina, fomos atrás dos melhores macarons (Pierre Hermé ganha de olhos fechados da Laduree), entrecotê, crepes, croassant, pegamos frio, chuva, nos encantamos pela charmosa Montmartre, nos apaixonamos pelo estilo parisiense e o mais importante, viemos para casa cheios de memórias incríveis e o gostinho de quero mais.

Au revoir





















 







Ja contei por aqui sobre o relato do meu parto e minha experiencia no hospital publico de Malta.


O Mater Dei e um hospital modelo e um dos melhores da Europa. Esses ultimos meses tive duas experiencias utilizando os servicos.
Hoje o post e sobre um assunto que preocupa bastante, principalmente brasileiros das grandes capitais ou nao e que ja nao aguentam mais a violencia.

Existe violencia em Malta? Ou tem muita violencia em Malta?

Se voce me perguntasse isso ha 7 anos atras, eu diria que Malta era extremamente segura e a violencia era quase imperceptivel.

Mas os anos passaram e as coisas mudaram bastante, alguns poucos bairros sao quase inviaveis de se morar com sussego e isso se da a diversos fatores, que nao vou entrar em detalhes porque podem ser controversos e gente sem interpretacao esta cheio por ai, entao nao causaremos polemicas.

Infelizmente o numero de furtos, esses antes concentrados em Paceville (por ser um bairro de balada, com gente de todos os cantos, bebadas ou nao, e de um modo geral um lugar de alvo facil), agora se expandiu pela ilha, principalmente nas vilas com maior populacao.

Lembrando que nao estou comparando Brasil e Malta, porque moramos numa ilha minuscula, estou comparando Malta de hoje com Malta de 7 anos atras!!!

Outra coisa que tem assustado ultimamente sao os casos de assalto a mao armada e carros explodindo, nao que aconteca toda semana ou que seja algo inedito (anos 70/80 houve varios ataques), mas depois de tanto tempo, assusta e muito.

Geralmente e infelizmente, esses ataques sao para pessoas especificas.

Malta continua sim, bem segura, mas esses casos estao deixando a populacao preocupada e em alerta e eu sigo aqui pensando com meus botoes, que nao estamos seguros em lugar nenhum e isso e uma pena.

Stay safe!

xx

Ja falei aqui e aqui, sobre o ensino na escola publica aqui em Malta.

Bellinha continua na mesma escola, agora na 3 serie do ensino primario e Luca comecou esse ano tambem na pre escola.

Voltei...Nao sei por quanto tempo, mas de vez enquando eu apareco.


Hoje vim contar de uma tradicao maltesa e que depois de dois filhos, 7 anos de blog, vi que nao havia deixada nada registrado sobre.

Criancas de ferias, mas trabalhando igual gente grande e tempo escasso pra viajar. Isso tudo nao e sinal de ferias chatas. Alem de praia e playground, esse ano resolvemos conhcer o Esplora, um centro de ciencia interativo que fica em Kalkara e que foi inaugurando em 2016, ou seja, tudo novinho, bem cuidado e cheio de novidades!

O mais legal, e que o centro e realmente interativo, fazendo com que as criancas e os adultos, consigam tocar, brincar e realmente explorar todos os cantos.

O centro tambem e legal para todas idades, inclusive para os pais e tem programacoes diferentes sempre, portanto, e interessante visitar o site antes de ir, pois alguns workshops acontecem em horarios especificos.

O valor e de 6 euros adulto, 4 euros criancas de de a 12 anos e gratuito para criancas menores de 4 anos. Os valores tambem variam de acordo com as atracoes que voce escolher ver.

O unico ponto fraco que eu achei, foi a cafeteria que deixou a desejar na comida, com aspecto nao muito fresco, muito engordurada e o local nao muito limpo (talvez tenha sido um dia atipico). Entao na minha proxima vez levo um lanchinho para as criancas ou comemos em algum outro local fora do centro.

No geral, o lugar e bem conservado, limpo e bem pensado para criancas, deficientes fisicos, ou seja, acessivel para todos. E vale muito a pena ir visitar, as criancas ficaram encantadas e ja perguntaram quando voltaremos. 


xx